Conexão Fintech http://conexaofintech.com.br O futuro do mercado financeiro Wed, 26 Apr 2017 16:01:03 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.4 Visa e Kyvo anunciam as fintechs vencedoras do programa de aceleração http://conexaofintech.com.br/brasil/ganhadores-track-visa-kyvo/ http://conexaofintech.com.br/brasil/ganhadores-track-visa-kyvo/#respond Wed, 26 Apr 2017 16:01:03 +0000 http://conexaofintech.com.br/?p=1860 Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

As cinco startups receberão consultoria para aceleração de seu negócio e serão orientadas para aprendizado de técnicas e ferramentas nas áreas de produto, serviço, design e marketing no Brasil e no Vale do Silício A Visa e a Kyvo anunciam as cinco fintechs vencedoras de seu programa de aceleração Track, que terá início a partir […]

O post Visa e Kyvo anunciam as fintechs vencedoras do programa de aceleração apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

As cinco startups receberão consultoria para aceleração de seu negócio e serão orientadas para aprendizado de técnicas e ferramentas nas áreas de produto, serviço, design e marketing no Brasil e no Vale do Silício

A Visa e a Kyvo anunciam as cinco fintechs vencedoras de seu programa de aceleração Track, que terá início a partir do dia 8 de maio. Entre 180 projetos inscritos, 15 foram escolhidas para apresentar seus projetos para um comitê formado por executivos da Visa, do centro de inovação do Vale do Silício GSVLabs e da consultoria Kyvo.

“Vemos que esta comunidade de novos empreendedores brasileiros selecionados está totalmente alinhada com a agenda de inovação da Visa. Trabalhar com fintechs que tenham potencial para também revolucionar a indústria de meios de pagamentos eletrônicos no Brasil e no mundo está entre nossos principais objetivos”, comentou Percival Jatobá, VP de Produtos da Visa do Brasil, durante o anúncio.  “Assim, esperamos ser capazes de encontrar soluções para os desafios que surgem com as novas tecnologias da era digital”.

Conheça as fintechs selecionadas:

Beetech (Câmbio)

A Beetech é uma empresa de tecnologia financeira que adiciona transparência aos principais serviços de câmbio no mundo.

Dataholics (Eficiência financeira)

A Dataholics é plataforma única que capta e estrutura milhões de dados de pessoas que estão em redes sociais como Facebook, Linkedin, Google+, Twitter e outras, gerando um fluxo de segurança para transações financeiras.

Foxbit (Cryptocurrency)

A Foxbit é plataforma de negociação de bitcoin e ativos digitais.

NextOne (Seguros)

A NextOne é um plataforma focada em aumentar a receita de segmentos, desburocratizando e simplificando a comercialização de seguros e serviços financeiros, que pode transformar o corretor de imóvel, por exemplo, em um vendedor de seguros, monetizando mais.

Saffe (Pagamentos)

A Saffe trabalha diversos métodos alternativos de verificação e autenticação do portador, contra fraudes. Tem por objetivo gerar mais segurança, de forma diferente, criativa e uma opção a mais para autenticar e facilitar o processo.

Programa Track

Os escolhidos passarão por um processo de imersão, bootcamp e elaboração de estratégias com duração de seis meses, sendo três de aceleração e mais três de incubação. As fintechs serão submetidas a uma rotina diária de mentoria e sessões com possíveis investidores no Brasil e nos Estados Unidos. O último mês de aceleração, previsto para julho, acontecerá no Vale do Silício, na sede do GSVLabs, um espaço com cerca de 7 mil metros quadrados e que abriga mais de 170 startups de diversos setores da economia. Os participantes ainda terão acesso exclusivo ao conteúdo, às práticas, aos estudos de casos da GSVlabs e à rede estratégica da comunidade Global Silicon Valley.

Depois do período de aceleração, as cinco startups serão incubadas por três meses no espaço exclusivo montado em São Paulo para o Track, pela Kyvo e GSVLabs. Durante todo o programa, os times terão follow ups semanais de seus KPIs e acesso a conteúdos da GSVlabs. Também terão a oportunidade de conhecer a fundo a operação da Visa no Brasil e, com isso, abrir uma série de oportunidades de trabalhos em conjunto com a empresa e todo o mercado financeiro do País.

Com a expertise da Visa e a metodologia e intercâmbio proporcionadas pela GSVLabs no Vale do Silício, as empresas esperam alavancar as startups de maneira inédita no Brasil. “Ao final do programa, cada startup terá a oportunidade de apresentar seu pitch para um comitê formado pela Visa e GSVlabs no Demo Day, que deve acontecer em outubro de 2017”, completa Hilton Menezes, sócio-fundador da Kyvo.

Para mais informações, basta acessar a página: track.gsvlabs.com.br

O post Visa e Kyvo anunciam as fintechs vencedoras do programa de aceleração apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
http://conexaofintech.com.br/brasil/ganhadores-track-visa-kyvo/feed/ 0
4 Startups Brasileiras entre os vencedores de prêmio Latino Americano http://conexaofintech.com.br/fintech/ganhadores-fintech-awards-latam-2017/ http://conexaofintech.com.br/fintech/ganhadores-fintech-awards-latam-2017/#respond Wed, 26 Apr 2017 02:23:15 +0000 http://conexaofintech.com.br/?p=1840 Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

São Paulo foi o centro das atenções das Startups Fintech de toda America Latina esta noite para o anuncio dos ganhadores do Fintech Awards Latam 2017, a maior competição de startups financeiras da América Latina. As melhores fintechs do continente americano foram apresentadas ao mercado em jantar realizado durante o Fintech View, evento realizado no Hotel Intercontinental, […]

O post 4 Startups Brasileiras entre os vencedores de prêmio Latino Americano apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

São Paulo foi o centro das atenções das Startups Fintech de toda America Latina esta noite para o anuncio dos ganhadores do Fintech Awards Latam 2017, a maior competição de startups financeiras da América Latina.

As melhores fintechs do continente americano foram apresentadas ao mercado em jantar realizado durante o Fintech View, evento realizado no Hotel Intercontinental, em São Paulo e organizado pelo Cantarino Brasileiro.

O Fintech Awards representa um marco na integração entre os ecossistemas fintechs dos países da América Latina. A premiação proporcionará uma oportunidade de troca de informações e experiências capaz de ajudar a enriquecer e amadurecer projetos espalhados por todo o continente.

“Queremos proporcionar aos participantes um Raio X da evolução do movimento Fintech no Brasil e no mundo, trazendo cases e experiências de startups brasileiras e latino-americanas que concorreram ao Fintech Awards Latam 2017, maior competição do setor na América Latina”, destaca Marcos Cantarino, organizador do evento.

O Prêmio

Dividido em cinco categorias (User Experience, Modelo de Negócios, Inclusão Financeira, Tração e Disrupção), a premiação do Fintech Awards Latam 2017 ultrapassa os R$ 2 milhões, além de oferecer ingressos para cursos na Blockchain Academy e a oportunidade de apresentar suas soluções para os investidores convidados durante a cerimônia de premiação.

Jurados

Os cases inscritos no Fintech Awards Latam 2017 foram avaliados por um corpo jurados com de diversos países e reconhecidos internacionalmente por sua experiências tanto nos ecossistemas de negócios do próprio continente latino americano quando globalmente. Dentre os jurados estavam Stefano Covolan (Asia), Christian Konig (Singapura), Varun Mittal (Sudeste Asiático), Oscar A. Jofre (Canadá), Lisa Besserman (Argentina), José Prado (Brasil), Renzo Reyes Rocha (Peru), Edwin Zácipa (Colombia), Leandro Pisaroni (Argentina) e muitos outros nomes de peso.

Ganhadores

  • Disrupção: CryptoMKT (Chile, cryptocurrencies e DLT)
  • Inclusão Financeira: Moneto (Brasil, negociação de dívidas)
  • Tração: Urbe.Me (Brasil, equity crowdfunding)
  • Modelo de Negócios: Magnetis (Brasil, Investimentos)
  • User Experience: Kickante (Brasil, crowdfunding)

Sobre os ganhadores

– O Moneto é uma plataforma de gestão de cobranças e pagamentos online para autônomos e microempreendedores realizarem transações através do seu aplicativo.

– A Kickante é uma plataforma de crowdfunding que já lançou mais de 17 mil campanhas, captando mais de R$ 20 milhões em colaborações. No mês de setembro/2015, a empresa bateu o recorde de arrecadação em uma plataforma de crowdfunding na América Latina com a campanha “Santuário Animal”​ – o valor ultrapassou R$ 1 milhão, contando com 15.366 colaboradores.

– O Urbe.me é um site especializado em financiamento coletivo de ativos (Equity Crowdfunding) voltado ao setor imobiliário, onde com um valor mínimo de apenas R$ 1.000,00 é possível participar de grandes empreendimentos deste setor, cuja participação no PIB em 2015 foi de R$ 300 bilhões e com rentabilidades previstas em torno de 13% a 17% ao ano.

– A Magnetis é uma Fintech de investimentos onde é possível montar um plano de investimentos personalizado e começa a investir em poucos minutos. Utilizam de Robôs Investidores para garantir um melhor retorno e gestão para os investidores.

Fintech Awards Latam

 

O post 4 Startups Brasileiras entre os vencedores de prêmio Latino Americano apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
http://conexaofintech.com.br/fintech/ganhadores-fintech-awards-latam-2017/feed/ 0
Startup brasileira de Seguros ganha prêmio internacional http://conexaofintech.com.br/insurtech/startup-brasileira-de-seguros-ganha-premio/ http://conexaofintech.com.br/insurtech/startup-brasileira-de-seguros-ganha-premio/#respond Mon, 24 Apr 2017 19:34:50 +0000 http://conexaofintech.com.br/?p=1828 Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

A startup brasileira TôGarantido ganhou da Munich RE e seus maiores clientes da América Latina o prêmio de ” The Most Promising Startup” dentro do programa Mundilab, aceleradora da Munich RE focada em “insurtechs” de alto impacto Através da Joint-Venture com a Fred Chatbots, a TôGarantido apresentou uma solução que digitaliza 100% do processo de venda de […]

O post Startup brasileira de Seguros ganha prêmio internacional apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

TôGarantido PremiaçãoA startup brasileira TôGarantido ganhou da Munich RE e seus maiores clientes da América Latina o prêmio de ” The Most Promising Startup” dentro do programa Mundilab, aceleradora da Munich RE focada em “insurtechs” de alto impacto

Através da Joint-Venture com a Fred Chatbots, a TôGarantido apresentou uma solução que digitaliza 100% do processo de venda de uma apólice de seguros, por meio de um atendimento automatizado via chatbots e inteligência artificial.

A solução deverá ser integrada às plataformas de underwriting digital da Munich Re e implementada através de projetos pilotos em seis seguradoras parceiras da Munich Re na América Latina e Europa.

Brazil Insurtech Market

Veja outras startups que estão mudando o mercado de seguros nesta lista exclusiva que preparamos. Clique aqui.

O post Startup brasileira de Seguros ganha prêmio internacional apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
http://conexaofintech.com.br/insurtech/startup-brasileira-de-seguros-ganha-premio/feed/ 0
Pagamentos no WhatsApp: Empresa está próxima de lançar sua 1ª solução de pagamentos http://conexaofintech.com.br/fintech/pagamentos-no-whatsapp-empresa-esta-proxima-de-lancar-sua-1a-solucao-de-pagamentos/ http://conexaofintech.com.br/fintech/pagamentos-no-whatsapp-empresa-esta-proxima-de-lancar-sua-1a-solucao-de-pagamentos/#respond Mon, 24 Apr 2017 03:21:46 +0000 http://conexaofintech.com.br/?p=1821 Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

  Adotando estratégia similar ao modelo já adota por outros aplicativos de mensagens como WeChat e Facebook Messenger, o WhatsApp deve começar em breve à introduzir uma funcionalidade de pagamentos. A primeira iniciativa de soluções de pagamentos do aplicativo deve focar o mercado indiano. O aplicativo de mensagens mais popular do mundo, atualmente usado por […]

O post Pagamentos no WhatsApp: Empresa está próxima de lançar sua 1ª solução de pagamentos apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

 

Adotando estratégia similar ao modelo já adota por outros aplicativos de mensagens como WeChat e Facebook Messenger, o WhatsApp deve começar em breve à introduzir uma funcionalidade de pagamentos. A primeira iniciativa de soluções de pagamentos do aplicativo deve focar o mercado indiano.

O aplicativo de mensagens mais popular do mundo, atualmente usado por mais de um bilhão de pessoas, está anunciando uma vaga de “Digital Transactions Lead” em sua página de carreiras, um papel que seria baseado na Índia e requer entendimento dos novos padrões de pagamentos adotados no país, o UPI.

A empresa deve explorar o padrão UPI para implementar um serviço de pagamento peer-to-peer como o adotado pelo Venmo que possui mais de 200 milhões de usuários na Índia, apontou um report do The Ken. O site indiano, que cita outras quatro fontes, destaca que o novo serviço deve ser lançado nos próximos seis meses.

Outros serviços

A WhatsApp também está apostando na Índia para estrear o “WhatsApp for Business, nova versão comercial do aplicativo focado no público corporativo, disse o co-fundador da empresa, Brian Acton, ao The Hindustan Times durante uma visita a Nova Delhi em fevereiro. Acton acrescenta que o foco é utilizar os aprendizados na Índia para posteriormente lançar o serviço no Brasil e na Indonésia.

O post Pagamentos no WhatsApp: Empresa está próxima de lançar sua 1ª solução de pagamentos apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
http://conexaofintech.com.br/fintech/pagamentos-no-whatsapp-empresa-esta-proxima-de-lancar-sua-1a-solucao-de-pagamentos/feed/ 0
Nubank tem prejuízo de R$ 122 milhões em 2016 http://conexaofintech.com.br/brasil/nubank-tem-prejuizo-em-2016/ http://conexaofintech.com.br/brasil/nubank-tem-prejuizo-em-2016/#respond Sat, 22 Apr 2017 19:50:35 +0000 http://conexaofintech.com.br/?p=1803 Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

Focado em crescimento, Nubank tem prejuízo de R$ 122 milhões em 2016 A maior startup fintech do Brasil, o Nubank, registrou um prejuízo líquido de R$ 122 milhões em 2016. Apesar do valor impressionar, não significa necessariamente algo negativo e muito menos deve ser motivo de preocupação para a legião de fãs que o cartão […]

O post Nubank tem prejuízo de R$ 122 milhões em 2016 apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

Focado em crescimento, Nubank tem prejuízo de R$ 122 milhões em 2016

A maior startup fintech do Brasil, o Nubank, registrou um prejuízo líquido de R$ 122 milhões em 2016. Apesar do valor impressionar, não significa necessariamente algo negativo e muito menos deve ser motivo de preocupação para a legião de fãs que o cartão roxo possui. Assim como muitas startups de sucesso, o Nubank passa por um período de forte expansão e investimento para consolidar seu modelo de negócios. Para se ter uma ideia o Amazon levou 10 anos para ter um resultado positivo.

Nos últimos anos o Nubank recebeu mais de R$ 600 milhões em 5 aportes financeiros, que estão sendo usados para impulsionar seu crescimento.

Resultado

Com aproximadamente um milhão de clientes, a empresa registrou uma receita operacional de R$ 77,09 milhões no período, valor 7 vezes maior do que no período anterior, R$ 10,4 milhões. O resultado líquido ficou negativo em R$ 122 milhões, valor também superior ao prejuízo de R$ 32,7 milhões registrados em 2015.

A empresa possui R$ 500 milhões em caixa, que devem ser destinados para financiar as a captação de novos clientes, investimentos em novas tecnologias e, principalmente, para as operações com o rotativo do cartão de crédito.

Acesse o resultado completo publicado pela empresa clicando aqui.

Modelo de Negócio

O Nubank tenta implementar um modelo de negócio inovador no mercado que vai muito além de seu cartão Mastercard sem anuidade e gerido totalmente pelo smartphone. A empresa adota um modelo de gestão mais parecido com startups de tecnologia do que das tradicionais empresas do mercado financeiro brasileiro. Os próprios fundadores se insistem em dizer que o Nubank é uma empresa de tecnologia.

Novos serviços

Nos últimos seis meses o Nubank lançou dois novos serviços para seus clientes, o pagamento antecipado de comprar parceladas e o programa de fidelização. O primeiro da a oportunidade ao usuário adiantar o pagamento de compras parceladas gerando um desconto no valor pago a vista. O segundo, ainda em testes, é um programa de pontos próprio que prevê a troca de cada real gasto por um ponto. Os pontos podem ser usados para comprar passagens aéreas ou outros serviços, como assinatura do Netflix.

 

O post Nubank tem prejuízo de R$ 122 milhões em 2016 apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
http://conexaofintech.com.br/brasil/nubank-tem-prejuizo-em-2016/feed/ 0
Mastercard lança cartão com leitor de digital embutido http://conexaofintech.com.br/brasil/mastercard-cria-cartao-com-leitor-de-digital/ http://conexaofintech.com.br/brasil/mastercard-cria-cartao-com-leitor-de-digital/#respond Thu, 20 Apr 2017 20:45:15 +0000 http://conexaofintech.com.br/?p=1794 Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

  Pagamentos pelo celular e Mobile Wallets cada vez mais estão utilizando verificação pela impressão como um padrão, então por que não colocar essa tecnologia em um cartão de crédito? A Mastercard aparentemente acha que vale a pena a tentativa, e construiu um cartão de crédito com um scanner de impressões digitais embutido. O cartão, mais grosso do que […]

O post Mastercard lança cartão com leitor de digital embutido apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

 

Pagamentos pelo celular e Mobile Wallets cada vez mais estão utilizando verificação pela impressão como um padrão, então por que não colocar essa tecnologia em um cartão de crédito? A Mastercard aparentemente acha que vale a pena a tentativa, e construiu um cartão de crédito com um scanner de impressões digitais embutido. O cartão, mais grosso do que o normal, permite aos usuários autorizar seus pagamentos com um toque, ao invés de usar uma senha (PIN) ou assinatura.

A empresa diz que o cartão funciona com todos as maquinas que possuem leitores de chip existentes e atualmente está sendo testado na África do Sul. Em um comunicado à imprensa, o chefe de segurança da Mastercard, Ajay Bhalla, disse que o cartão ofereceria aos clientes “conveniência adicional e segurança . ”

digital mastercard pagamento com impressão digital no cartão

No entanto, a afirmação de Bhalla de que uma impressão digital “não é algo que pode ser tomada ou replicada” pode ser contestada. Como descobrimos quando os scanners de impressões digitais foram introduzidos em telefones, é possível fraudar a impressão digital de alguém e uma vez feita a fraude você tem a impressão digital para sempre. Os PIN (senhas) pelo menos possuem a vantagem de serem alterados facilmente.

Apesar deste ponto, especialistas em segurança dizem que uma impressão digital ainda pode ser melhor do que um PIN. “Com a combinação de chip e PIN, o PIN é o elemento mais fraco. Usando uma impressão digital nos livramos dele”, destacou Karsten Nohl, cientista-chefe da Berlim Security Research Labs, em entrevista à BBC News sobre o tema. “As impressões digitais nos ajudaram a evitar o uso de senhas fracas”.

Para obter um dos novos cartões, os clientes terão de visitar uma agência bancária onde a impressão digital será digitalizada e transferida para o seu cartão, parecido com o que é feito hoje por bancos como Bradesco e Itaú que possuem biometria nos caixas eletrônicos. Ele será armazenado como dados criptografados no chip EMV do cartão, e os usuários serão capazes de salvar até duas impressões.

O post Mastercard lança cartão com leitor de digital embutido apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
http://conexaofintech.com.br/brasil/mastercard-cria-cartao-com-leitor-de-digital/feed/ 0
Evento reunirá mercado financeiro e startups nos dias 25 e 26 de abril http://conexaofintech.com.br/brasil/fintech-view/ http://conexaofintech.com.br/brasil/fintech-view/#respond Wed, 19 Apr 2017 22:30:47 +0000 http://conexaofintech.com.br/?p=1784 Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

Fintech View reúne representantes de diversas instituições do setor financeiro para discutir as oportunidades geradas pelas startups e trazer um novo olhar sobre as fintechs no Brasil Um mergulho no mundo das fintechs é o principal objetivo da segunda edição do Fintech View, que será realizado nos dias 25 e 26 de abril pela Cantarino […]

O post Evento reunirá mercado financeiro e startups nos dias 25 e 26 de abril apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

Fintech View reúne representantes de diversas instituições do setor financeiro para discutir as oportunidades geradas pelas startups e trazer um novo olhar sobre as fintechs no Brasil

Um mergulho no mundo das fintechs é o principal objetivo da segunda edição do Fintech View, que será realizado nos dias 25 e 26 de abril pela Cantarino Brasileiro, no Hotel Intercontinental, em São Paulo, dentro da programação do Fintech Show. A ideia é proporcionar ao público a interação com palestrantes, painelistas e moderadores que representam pensamentos disruptivos, especialmente no momento em que várias instituições buscam a transformação digital.

Vários profissionais e empreendedores já confirmaram presença ao evento, como Guga Stocco, Head de Estratégia e Inovação do Banco Original; José Prado, do Conexão Fintech; Viviane Sedola, co-founder da Kickante; Luciano Tavares, fundador e CEO da Magnetis; Bruno Diniz, Country Head da Next Money no Brasil; Gustavo Paro, FSI Industry Solution Executive da Microsoft; Marcelo Ciampolini, CEO da Lendico Brasil; Adriana Barbosa, CEO e fundadora da Uhmane; Rosine Kadamani, co-founder da Blockchain Academy; João Paulo Oliveira, sócio e co-founder da Fox Bit, Oliver Cunningham, sócio da KPMG Strategy & Operation Financial Services, entre outros. A lista completa de confirmados até o momento pode ser conferida aqui.

“Queremos proporcionar aos participantes um Raio X da evolução do movimento Fintech no Brasil e no mundo, trazendo cases e experiências de startups brasileiras e latino-americanas que concorreram ao Fintech Awards Latam 2017, maior competição do setor na América Latina”, destaca Marcos Cantarino, organizador do Fintech View e do Fintech Awards Latam.

A primeira edição do prêmio recebeu mais de 140 projetos, que foram avaliados por um júri altamente qualificado, formado pelos principais especialistas, mentores e investidores em fintechs no mundo. Ao final, 80 projetos permaneceram na competição, cujos vencedores serão anunciados no dia 26 de abril.

Empoderamento feminino

A programação da segunda edição do Fintech View tem uma constatação assegurada que é o crescimento da participação feminina no ecossistema.

O fato é comprovado pela realização de um painel específico para debater o assunto. Ele acontece no dia 26, às 14 horas sob o tema: “Empoderamento feminino: Os desafios das mulheres empreendedoras”. Entre as painelistas já estão confirmadas as presenças de Viviane Sedola, co-fundadora da Kickante, Rosini Kadamani, co-fundadora da BlockChain Academy e da Original My, Marcela Miranda, fundadora da Trigg e Stephanie Fleury Rassi, CEO da Dindin.

Marcos Cantarino, diretor da Cantarino Brasileiro, avalia como extremamente simbólica a realização deste painel. “Trata-se da comprovação de que o ambiente fintech brasileiro não é disruptivo somente no que se refere a tecnologias e modelos de negócios, mas também na forma de mudar as velhas estruturas no mercado de trabalho”, afirma.

Anote em sua agenda:

Fintech View + Anúncio dos vencedores do Fintech Awards Latam

Dias: 25 e 26 de abril

Local: Hotel Intercontinental – Alameda Santos, 1123, Jardim Paulista

Horário: 9h às 17h (dia 25/4) e 9 às 18h (dia 26/4)

O post Evento reunirá mercado financeiro e startups nos dias 25 e 26 de abril apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
http://conexaofintech.com.br/brasil/fintech-view/feed/ 0
FINTECH X DIREITO DO TRABALHO http://conexaofintech.com.br/fintech/fintech-direito-do-trabalho/ http://conexaofintech.com.br/fintech/fintech-direito-do-trabalho/#respond Mon, 17 Apr 2017 20:24:24 +0000 http://conexaofintech.com.br/?p=1754 Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

Em colaboração com Fialdini Advogados Será que uma fintech – que possui serviços tão arrojados; que não possui divisões tradicionais de departamento; que não dá importância à formação do indivíduo, mas sim ao trabalho que ele executa; que possui jornada flexível etc. –  consegue cumprir a legislação trabalhista brasileira que é tão obsoleta e evitar o […]

O post FINTECH X DIREITO DO TRABALHO apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

Em colaboração com 

Será que uma fintech – que possui serviços tão arrojados; que não possui divisões tradicionais de departamento; que não dá importância à formação do indivíduo, mas sim ao trabalho que ele executa; que possui jornada flexível etc. –  consegue cumprir a legislação trabalhista brasileira que é tão obsoleta e evitar o nascimento de um passivo trabalhista que inviabilize a prática de sua atividade?

Fintech, expressão que foi originada da junção das palavras financial (finanças) e technology (tecnologia), vem revolucionando os serviços financeiros no país, já que surge como alternativa não só para fornecimento de cartão de crédito, financiamento, empréstimo etc., mas também como meio efetivo para que clientes possam gerenciar suas finanças por meio de plataformas customizadas.

Contudo, será que esta espécie de empresa – que possui serviços tão arrojados; que não possui divisões tradicionais de departamento; que não dá importância à formação do indivíduo, mas sim ao trabalho que ele executa; que possui jornada flexível etc. –  consegue cumprir a legislação trabalhista brasileira que é tão obsoleta e evitar o nascimento de um passivo trabalhista que inviabilize a prática de sua atividade?

A resposta é sim. A seguir, citaremos algumas condutas que aqueles que têm ou pretendem ter uma fintech em um futuro próximo devem adotar para dirimir os riscos trabalhistas.

CONTRATO DE TRABALHO

É fundamental que haja a redação de um contrato de trabalho entre a fintech e o empregado em uma linguagem clara e acessível, com o objetivo de que este entenda todas as disposições ali contidas.

Também, mostra-se importante prever no referido documento para o empregado que tenha um cargo estratégico, a cláusula non compete (mais popularmente chamada de não competição), que tem como objetivo restringir a atuação do profissional naquele mesmo segmento por determinado tempo mediante uma indenização.

Outro aspecto relevante, é que o contrato de trabalho contenha cláusula de confidencialidade dirigida ao empregado que manipular informações sigilosas e estratégicas da fintech.

Ambas as cláusulas aqui mencionadas têm como finalidade preservar os Princípios da Lealdade e Boa-Fé, e, por conseguinte, proteger os segredos da fintech dos seus concorrentes, evitando a quebra de sigilo e práticas análogas.

REALIZAÇÃO DE ACORDO COLETIVO

Na hipótese da fintech ter situações muito específicas em relação às atividades ali realizadas, um importante instrumento surge para auxiliá-las e regê-las: o acordo coletivo.

Para que haja a concretização deste documento, o primeiro passo é a Fintech, juntamente com a sua assessoria jurídica, identificar o Sindicato representativo dos empregados.

Posteriormente a este ato, de maneira sucinta, podemos dizer que os advogados da fintech e do Sindicato iniciam as tratativas para redação das cláusulas do acordo coletivo, formalizam o conteúdo, fazem a homologação e o arquivamento do acordo celebrado para que tenha validade.

POLÍTICA DE CARGOS E SALÁRIOS

A elaboração de política clara de cargos e salários terá função primordial na retenção de talentos em uma fintech.

Mas não é só. Este documento, frise-se que homologado pelo Ministério do Trabalho, terá papel relevante para afastar alegações de equiparação salarial, um dos pedidos mais onerosos nas reclamações trabalhistas.

Diante dos exemplos aqui mencionados, vê-se que, apesar de uma fintech ter como objeto atividades arrojadas que, por si só, exigem o oferecimento de benefícios e condutas diferenciadas aos profissionais que pertencem ao seu quadro de colaboradores, esta modalidade de empresa dispõe de instrumentos no Direito que, se bem utilizados, podem dirimir o passivo trabalhista.

Artigo escrito pelo time de inteligência de mercado do Fialdini Advogados. Veja outros artigos sobre regulamentação do mercado fintech aqui.

O post FINTECH X DIREITO DO TRABALHO apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
http://conexaofintech.com.br/fintech/fintech-direito-do-trabalho/feed/ 0
Brasileira vence Cartier Women’s Initiative Awards 2017 http://conexaofintech.com.br/fintech/brasileira-vence-cartier-womens-initiative-awards/ http://conexaofintech.com.br/fintech/brasileira-vence-cartier-womens-initiative-awards/#respond Mon, 17 Apr 2017 17:20:09 +0000 http://conexaofintech.com.br/?p=1751 Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

Candice Pascoal, única brasileira indicada ao prêmio é fundadora e CEO da Kickante,  plataforma de crowdfunding do País Candice Pascoal, fundadora e CEO da maior plataforma de financiamento coletivo do Brasil, Kickante, foi vencedora do Cartier Women’s Initiative Awards 2017, evento que tem como objetivo central identificar e apoiar projetos originais de negócios liderados por empresárias do […]

O post Brasileira vence Cartier Women’s Initiative Awards 2017 apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

Candice Pascoal, única brasileira indicada ao prêmio é fundadora e CEO da Kickante,  plataforma de crowdfunding do País

Candice Pascoal, fundadora e CEO da maior plataforma de financiamento coletivo do Brasil, Kickante, foi vencedora do Cartier Women’s Initiative Awards 2017, evento que tem como objetivo central identificar e apoiar projetos originais de negócios liderados por empresárias do mundo todo, além de fomentar o empreendedorismo feminino. Candice também já foi reconhecida pelos Estados Unidos como uma das 10 brasileiras mais inovadoras na área de tecnologia no Brasil e nomeada pela revista ProXXIma como uma das 50 profissionais mais inovadoras da área de marketing e comunicação do país.

Candice Pascoal é brasileira e vive há 15 anos no exterior, morando principalmente nos Estados Unidos e Holanda, onde realizou diversos projetos importantes durante sua atuação como vice-presidente internacional da Putumayo World Music, em Nova York, quando foi responsável pelo lançamento de grandes nomes do cenário musical mundial. Após seu trabalho no mundo da música, Candice tornou-se referência no segmento de arrecadação de fundos e esteve à frente de importantes projetos para captação de recursos para ONGs na Europa, Ásia e Américas, entre as principais estão Médicos Sem Fronteiras, Cruz Vermelha, WWF e Anistia Internacional. 

Hoje, Candice lidera a maior empresa de financiamento coletivo do Brasil, fundada há três anos e com forte impacto nacional, sendo que já lançou mais de 51 mil campanhas e captou mais de R$ 40 milhões. A Kickante detém o recorde de maior arrecadação da América Latina – R$1.006.990,95 captados para a campanha Santuário Animal.

“Ser a vencedora deste prêmio mostra o movimento real do empoderamento feminino nos últimos tempos, que cada vez mais está sendo estimulado com ações de incentivo como essa premiação. O Cartier Women’s Initiative Awards é referência para diversas iniciativas do mundo corporativo. Mundialmente, são mais de 2 mil startups lideradas por mulheres e apenas 18 delas são selecionadas pela iniciativa.”, relata Candice. E complementa: “Como essência, o prêmio busca o elemento transformador da empresa escolhida. No caso da Kickante, fomos além do bê-a-bá do crowdfunding, movimentando um ecossistema do bem no Brasil por meio de três produtos que se comunicam entre si: o crowdfunding, o clube mensal e o evento do bem, com quase um milhão de brasileiros impactados em apenas três anos”.

A nomeação para o prêmio Cartier Women’s Initiative Awards foi um grande reconhecimento para a startup, que também foi escolhida esse ano pelo InovaBRA, programa liderado pelo Bradesco para aproximar as startups mais inovadoras do país do seu público-chave.

 

O post Brasileira vence Cartier Women’s Initiative Awards 2017 apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
http://conexaofintech.com.br/fintech/brasileira-vence-cartier-womens-initiative-awards/feed/ 0
Facebook Messenger passa a suportar pagamentos em grupo http://conexaofintech.com.br/brasil/facebook-messenger-pagamentos-em-grupo/ http://conexaofintech.com.br/brasil/facebook-messenger-pagamentos-em-grupo/#respond Sun, 16 Apr 2017 01:07:11 +0000 http://conexaofintech.com.br/?p=1737 Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

O Facebook introduziu transferência financeiras entre usuários dentro do Messenger no início de 2015, mas hoje a empresa foi além e anunciou que o recurso também está se expandindo para grupos. O recurso de pagamentos funciona basicamente da mesma forma em grupos que em conversas individuais, mas agora permite que o usuário pague a todos […]

O post Facebook Messenger passa a suportar pagamentos em grupo apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
Conexão Fintech
Conexão Fintech - O futuro do mercado financeiro

O Facebook introduziu transferência financeiras entre usuários dentro do Messenger no início de 2015, mas hoje a empresa foi além e anunciou que o recurso também está se expandindo para grupos. O recurso de pagamentos funciona basicamente da mesma forma em grupos que em conversas individuais, mas agora permite que o usuário pague a todos no grupo ou a uma pessoa individualmente por meio de um clique no ícone de pagamentos (o sinal de dólar).

pagamentos facebook messengerO Facebook acredita que o novo recurso será útil para grupos onde todo mundo está participando de uma compra – como um presente coletivo – ou está dividindo uma conta de restaurante. Estas são áreas onde as pessoas hoje ainda tendem a recorrer a serviços de pagamento autônomo, como PayPal e soluções nacionais como o PicPay.

Além de enviar pagamentos para outros membros do grupo, você pode solicitar pagamentos do grupo diretamente no seu bate-papo. Você também pode incluir uma nota dizendo a razão da solicitação (por exemplo, “pizza”) antes de cobrar os membros de uma conversa de grupo.

Pagamentos é uma área de negócios do Facebook que não vinha recebendo tanto foco ao longo dos anos, apesar do potencial da rede social para coletar e armazenar dados de pagamento para sua imensa base de usuários – informações estas que poderiam ser utilizadas em outras áreas do empresa – como jogos ou e-commerce, por exemplo.

É notório que a empresa tem hesitado em reconhecer plenamente suas ambições com pagamentos, tendo enfatizado no lançamento dos pagamentos no Messenger que “não estava construindo um negócio de pagamentos.” Em vez disso, o objetivo era simplesmente tornar o Messenger mais útil.

No entanto, os pagamentos são um recurso crítico para os aplicativos de mensagens de hoje. Os concorrentes do Facebook Messenger – como o WeChat da China – já suportam pagamentos no aplicativo. O Kik, outro concorrente detalhou neste mês suas intenções de adicionar pagamentos a seu próprio aplicativo, também.

Está novidade veio justamente na mesma semana que o Facebook foi destaque de notícias internacionais por romores de que está preparando o lançamento de pagamentos digitais na Índia dentro do WhatsApp, empresa que é dona.

Infelizmente os pagamentos de grupo ainda estão restritos ao território americano. O recurso está disponível no Android e na área de trabalho inicialmente.

O post Facebook Messenger passa a suportar pagamentos em grupo apareceu primeiro em Conexão Fintech.

]]>
http://conexaofintech.com.br/brasil/facebook-messenger-pagamentos-em-grupo/feed/ 0