Empresa MUXI anuncia novos executivos, abertura da operação nos EUA e lançamento de produtos para consolidar a marca no mercado

A MUXI, especializada em plataformas para o mercado de meios de pagamento, iniciou o programa de aporte de seu novo acionista, a Confrapar, umas das principais gestoras brasileiras de fundos de investimento no setor de tecnologia. O valor do investimento pode chegar até R$ 16 milhões em curto prazo.

Frente a um cenário promissor para o setor de fintechs no mundo, que recebeu investimentos de US$ 15 bilhões em 2015, o aporte de capital da Confrapar tem o intuito de incrementar ainda mais o portfólio de produtos da MUXI, que já engloba soluções para toda a cadeia de pagamentos, reforçando sua presença junto aos principais players do mercado, além de expandir as operações para os Estados Unidos.

“Nosso objetivo é adicionar novos perfis de clientes em nossa carteira, entre eles bandeiras, emissores de cartões, adquirentes e sub-adquirentes”, afirma Eduardo Rocha – ex-KiiK e Ber Capital – novo CEO trazido para liderar o processo de expansão e consolidação dos produtos da operação brasileira. Atualmente, a companhia possui mais de 130 colaboradores, entre engenheiros e desenvolvedores de negócios, e sua tecnologia está presente em mais de 3 milhões de dispositivos (terminais POS, m-POS, tablets e smartphones), garantindo o gerenciamento e conexão com qualquer plataforma transacional.

Além do Brasil e EUA, a empresa já possui operações e carteira de clientes em países como México, Peru, Venezuela e Colômbia. Para expandir a presença no mercado mundial, a MUXI garantiu contratações de peso em sua alta liderança. Paulo Guzzo, ex-vice-presidente de operações da Cielo, assumiu o cargo de CEO global da companhia. Já para o comando da MUXI no mercado norte-americano foi contratado Edward Myers, ex-CEO de uma das unidades mais importantes da Global Payments. “A ideia é aproveitar a liderança da MUXI com toda sua tecnologia e conhecimento desenvolvidos no mercado brasileiro, que está 15 anos a frente dos EUA em termos de adoção do padrão EMV – o uso de cartões com chip. Em 2015, segundo os últimos dados da EMV Co, 71% dos cartões e terminais já estavam preparados para a nova tecnologia na América Latina. Já no mercado norte-americano esse número é apenas 26%”, pontua Paulo Guzzo.

A empresa se prepara para consolidar ainda mais sua posição no mercado de meios de pagamento em 2017. Uma nova solução, que emula o terminal POS em qualquer dispositivo móvel do cliente, encontra-se em testes finais. Patenteado nos Estados Unidos e com o nome comercial de muxiWAY, o produto será lançado no mercado mundial ao longo do segundo semestre.

Atualmente, a principal tecnologia da companhia é o POSWEB®, protocolo de internet que interage com os sistemas nativos de mais de 100 diferentes marcas e modelos de terminais POS e dispositivos. Outros produtos da empresa oferecem, ainda, gestão de aplicações e pagamentos multicanal, permitindo o controle de transações eletrônicas de forma ágil e segura, além de possibilitar a diminuição de custos operacionais na captura eletrônica e processamento.

Sobre a MUXI

Presente no mercado desde 1993, a  MUXI desenvolve soluções únicas e inteligentes para negócios que gerenciam transações eletrônicas, atendendo desde adquirentes, emissores e redes de cartões até desenvolvedores de aplicações, programas de fidelidade, sistemas de POS, entre outros segmentos. Atualmente, a companhia possui sua tecnologia embarcada em mais de 3 milhões de dispositivos. Com sede no Rio de Janeiro e escritórios em São Paulo, Lima, Cidade do México e Miami, a MUXI possui mais de 130 colaboradores. Entre seus principais clientes estão nomes como Cielo, Visanet Peru, First Data, Nexxpago, PagaTodo, Redeban, Banrisul, Sicredi, Ipiranga e BR Distribuidora.

Comentários