Banco Original, Banco Inter e Neon são os principais bancos digitais que temos no Brasil, atualmente. Eles trabalham pela redução de custos e usam tecnologias acessíveis, além de serem conhecidos pela comunicação objetiva e não contar com aquelas burocracias das instituições tradicionais do mercado financeiro.

Mas como eles funcionam, que pontos eles têm em comum e quais são suas principais diferenças?

Quero abrir uma conta, como funciona?

Abrir uma conta no Banco Original, Banco Inter ou Neon é fácil e rápido, seja pessoa física ou jurídica. Não precisa ir a uma agência.

Você faz do celular mesmo. Independente do banco, o processo não muda. A abertura pode ser feita no próprio aplicativo. As etapas, basicamente, são as mesmas: preenchimento de dados pessoais. Em todos os casos, não é preciso enviar documentos pelos correios.

Uso sem complicação

Sobre a usabilidade do aplicativo, se será prático ou difícil gerenciar sua conta, não precisa se preocupar. Tanto o Banco Original como o Banco Inter e o Neon utilizam tecnologias acessíveis. A poucos cliques, você poderá consultar informações de seu interesse, como saldo e gastos do seu cartão. Além desse fácil acompanhamento, emitir boletos e fazer transferências na plataforma não é um bicho de sete cabeças.

Os serviços no Banco Original, Banco Inter e Neon são os mesmos?

Já aqui, isso muda um pouquinho.

Podemos dizer que há aqueles serviços financeiros que todo banco tem, como por exemplo: seguro, investimento, atendimento e cartão. Entretanto, cada banco tem seus diferenciais.

O Neon, a partir de uma parceria com o Banco Central, disponibiliza o SCR do cliente para consulta. O Banco Inter recebe solicitação de aumento no limite do cartão de crédito. Já o Banco Original, permite que o pequeno empresário faça empréstimo de capital de giro.

Sobre taxas e tarifas

Nesse ponto, o Banco Original, o Banco Inter e o Neon são bem distintos. Cada um tem um jeito particular de cobrar pelo uso da conta corrente. Vejamos, brevemente, os principais serviços e suas tarifas:

Banco Original

Cobra apenas R$ 9,90 mensais por um pacote de serviço ilimitado, por um ano. A partir dessa taxa única, você acessa, quantas vezes precisar, no mesmo mês, o mesmo serviço.

Estão inclusos, nesse pacote, os seguintes serviços: transferência via TED para outros bancos e entre contas do próprio banco, saques em caixas automáticos da instituição e na rede 24h, além de emissão de extratos.

Neon

É necessário depositar R$ 100 ou mais para ativar a conta. Sempre a primeira movimentação do mês é gratuita, seja transferência ou saque na rede de bancos 24h.

A partir da segunda, em caso de saque, é cobrado R$ 6,90 por ação. Em situações de transferência para outros bancos, o valor é de R$ 3,50. Emitir o primeiro boleto é gratuito e os demais custam R$ 2,50.

Banco Inter

É a única instituição financeira que oferece conta corrente Isenta de tarifas. Você não recebe cobranças quando vai abrir sua conta, emitir cartão, fazer transferências entre contas do próprio banco e para outras instituições e realizar saques em caixas 24h.

Há clientes satisfeitos?

Nessa comparação, quem vai nos ajudar são os dados do Reclame Aqui.

  • Banco Original:  as reclamações mais recorrentes são sobre falta de qualidade no atendimento, abertura e encerramento de conta.
  • Banco Inter:  grande parte das reclamações envolve abertura de conta, limite de crédito e demora na execução.
  • Neon:  dos que reclamaram 71.4% voltariam a contratar outro serviço da instituição. A qualidade do atendimento está acima da média, de acordo com essa mesma parcela.

Queremos saber as suas dúvidas sobre os bancos digitais brasileiros

Depois de aprender como funcionam os principais bancos digitais do país, você deseja saber algum ponto que passou em branco? Compartilhe nos comentários! E se foi cliente alguma vez, comente como foi a sua experiência!

Comentários