Um dos grandes diferenciais que as fintechs trazem para o mercado de serviços financeiros é a eficiência e o tratamento de qualidade. Um bom exemplo disso são as fintechs de negociação de dívida. Elas estão crescendo cada vez mais e trazem esses importantes atributos das fintechs que contribuem bastante para melhorar a saúde financeira dos brasileiros.

Além disso, por terem um modelo de startup, as fintechs de negociação de dívida conseguem ser mais eficientes e garantir um custo operacional menor. Isso atrai não só consumidores, mas também parcerias com grandes empresas, além dos bancos tradicionais. A QueroQuitar,por exemplo, possui 1,3 milhões de CPFs cadastrados para renegociação de dívida e parcerias com o Bradesco e a Vivo.

Hoje ser inadimplente no Brasil pode ser causa de grande constrangimento. O consumidor vira vítima de inúmeras ligações de escritórios de cobranças, e-mails e mensagens de bancos, muitas vezes até por WhatsApp. Com as fintechs de renegociação de dívidas, é possível que pessoas devedoras consigam quitar suas pendências de uma maneira menos desagradável.

Veja abaixo a lista de fintechs de negociação de dívida que têm se destacado no mercado brasileiro.

QueroQuitar

É uma plataforma que busca tornar mais simples a quitação de dívidas tanto para o usuário como para a cobradora, pois elimina intermediários. Segundo Marc Lahoud, CEO da QueroQuitar, o grande objetivo da fintech é estabelecer uma relação melhor entre devedor e credor, de modo que o primeiro recupere sua vida financeira e que o credor recupere o crédito sem desgastar sua relação com o cliente.

“É a inovação criando uma nova cultura de recuperação de crédito”

– Mark Lahoud, CEO da QueroQuitar

Acordo Certo

Essa fintech também é uma plataforma que funciona como canal de negociação de dívidas. Logo na primeira página do site, a fintech pede o CPF do usuário para localizar alguma dívida que ele tenha em sua base de dados e ali começa a jornada para recuperar seu status de consumidor de maneira mais prática e evitando constrangimentos, como as ligações de cobrança que inundam diariamente o telefone de inadimplentes.

Blu365 (ex-Kitado)

Essa plataforma digital ajuda pessoas inadimplentes a negociarem suas dívidas. Além disso, também tem um canal chamado Renda Extra que ajuda o usuário a descobrir atividades que ajudem a complementar sua renda realizando trabalhos como Uber, alugando um quarto na sua casa ou hospedando um cachorro.

Faltou alguma fintech de negociação de dívida que você conhece? Escreva nos comentários ou cadastre sua fintech aqui.

Comentários