O Nubank, com seu cartão de crédito roxinho, é a fintech mais badalada do Brasil – e também a que recebeu mais investimentos até o momento. Criada em 2013, como uma reação à ineficiência e falta de transparência dos bancos tradicionais, o Nubank mostrou que é possível oferecer um cartão de crédito de qualidade, sem taxas abusivas e de maneira que o cliente entenda o que está acontecendo com seus gastos. A maior fintech do Brasil começou numa pequena casa na Rua Califórnia, em São Paulo, muito diferente da estilosa sede atual do Nubank na Avenida Rebouças.

Antes de participar da criação da fintech, Cristina Junqueira, atual VP de branding e business development do Nubank, havia acabado de sair da área financeira do Itaú. David Vélez, engenheiro financeiro colombiano, tinha em seu currículo a passagem pela Morgan Stanley. E Edward Wible, cientista da computação americano, já tinha feito parte da equipe do BCG. Com histórico em importantes instituições convencionais, eles trouxeram para o mercado brasileiro o primeiro cartão de crédito sem anuidade e feito de forma totalmente digital por meio de um aplicativo no celular.

Logo nos primeiros meses de vida, o Nubank recebeu um investimento de US$ 2 milhões do Sequoia Capital, fundo de investimentos no qual Veléz trabalhava. E hoje os investimentos no Nubank acumulam um total de US$ 377,6 milhões, com investidores como a Tiger Global Managementt e a DST Global. E a cada ano o Nubank vem evoluindo para oferecer cada vez mais serviços para seus clientes, como os já anunciados programa de pontuação e a NuConta.

Listamos abaixo todas as rodadas de investimentos no Nubank.

5ª rodada
Quando:
 6 de dezembro de 2016
Quanto: US$ 80 milhões
Tipo de investimento: Série D
Quem participou: DST Global, Founders Fund, QED Investors, Sequoia Capital, Tiger Global Management e Redpoint Ventures.

4ª rodada
Quando: 7 de janeiro de 2016
Quanto: US$ 52 milhões
Tipo de investimento: Série C
Quem participou: Founders Fund, Sequoia Capital, Kaszek Ventures e Tiger Global Management.

3ª rodada
Quando: 2 de junho de 2015
Quanto: US$ 30 milhões
Tipo de investimento: Série B
Quem participou: Tiger Global Management, Sequoia Capital, Kaszek Ventures e QED Investors.

2ª rodada
Quando:
 25 de setembro de 2014
Quanto: US$ 14,3 milhões
Tipo de investimento: Série A
Quem participou: Sequoia Capital, Kaszek Ventures, o empreendedor Nicolas Berggruen, QED Investors e o investidor Gene Lockhart.

1ª rodada
Quando: 5 de julho de 2013
Quanto: US$ 2 milhões
Tipo de investimento: Seed round
Quem participou: Sequoia Capital e Kaszek Ventures.

Veja também as linhas de crédito adquiridas pelo Nubank

Quando: 27 de abril de 2016
Quanto: US$ 56 milhões
Tipo de investimento: linha de crédito
Quem participou: Goldman Sachs.

Quando: 17 de agosto de 2017
Quanto: R$ 455 milhões
Tipo de investimento: linha de crédito
Quem participou: Goldman Sachs e Fortress Investment Group

Como funciona?

Em abril de 2016, o Nubank conseguiu obter duas linhas de crédito com a Goldman Sachs no valor de US$ 56 milhões. E em agosto de 2017, a Goldman Sachs, em conjunto com a Fortress Investment Group, ampliou o crédito da fintech para R$ 455 milhões. AGoldman Sachs disponibiliza o valor ao Nubank, que utiliza o dinheiro para pagar lojistas enquanto aguardam o pagamento das faturas dos clientes naquele mês.

Veja outras fintechs brasileiras que receberam grandes investimentos em 2017

Comentários